Métricas ocultas da entregabilidade de e-mails com base no engajamento



Métricas ocultas da entregabilidade de e-mails com base no engajamento

Os profissionais de marketing precisam cada vez mais tomar suas decisões baseados em dados para serem bem-sucedidos. Atualmente não basta ter em mãos apenas informações básicas tais como taxas de abertura e cliques, pois existem métricas “ocultas” de engajamento que os provedores de e-mail, principalmente os gratuitos, utilizam para determinar se uma campanha de e-mail deve ou não ir para a pasta de spam.

Chegar à caixa de entrada dos destinatários requer uma reputação de envio sólida para que os provedores de e-mail saibam que se trata de um remetente legítimo. O volume de e-mails continua a crescer e atualizações como o IPv6 tornam mais difícil para os provedores de e-mail tomarem decisões de filtragem com base somente em reputação, fazendo eles aperfeiçoarem seus critérios de aceitação, exigindo que os profissionais de marketing provem não apenas que são legítimos, mas também que o conteúdo das suas mensagens são relevantes para os assinantes.

As métricas com base no engajamento tornaram-se um elemento fundamental para o sucesso de qualquer programa de e-mail. Provedores de e-mail de empresas como Microsoft, Google e Yahoo! rastreiam as interações positivas e negativas dos assinantes com as suas campanhas para determinar onde entregar as mensagens recebidas. Dessa forma eles esperam aumentar suas chances de detectar e-mails indesejados antes de serem entregues na caixa de entrada dos destinatários. O filtro de e-mail baseado em engajamento vai além das métricas de reputação do remetente e examina outras métricas "ocultas" para determinar se os e-mails enviados são desejados por seus assinantes.

São examinados pelos provedores alguns dos seguintes dados:

- Mensagens lidas: Um indicador positivo de que os assinantes desejam receber mensagens de um remetente específico.

- Mensagens encaminhadas: Um indicador positivo de que o destinatário desejava a mensagem e de que outros destinatários também possam desejá-la.

- Mensagens respondidas a: Um indicador positivo de que uma mensagem é desejada e, provavelmente, é de natureza pessoal.

- Mensagens marcadas como “não é spam”: Os assinantes que marcam mensagens na pasta de spam como “não é spam” fornecem um sinal muito forte aos provedores de e-mail de que a mensagem deveria ter sido entregue na caixa de entrada.

- Mensagens marcadas como spam: Um sinal negativo de que o e-mail é spam e não deveria ter sido entregue na caixa de entrada.

- Mensagens excluídas sem ler: Um indicador negativo de que sua mensagem não era relevante ou desejada.

Essas métricas "ocultas” são medidas no lado do provedor de e-mail, e não no lado do ESP (Email Service Provider) do remetente, por isso não são disponibilizadas aos profissionais de marketing. São dados utilizados internamente pelos ISPs (Internet Service Providers) coletados com base em todos os e-mails que eles recebem e em como os assinantes interagem com esses e-mails.




Links relacionados:

Newsletter

Inscreva-se para receber notícias e artigos sobre e-mail marketing.


* Nome
* E-mail

Twitter